FTC discute implantação de Centro de Negócios de Biogás na Bahia

Criado em Quinta, 11 Maio 2017 13:05
Última atualização em Sexta, 12 Maio 2017 12:15

Detalhar o potencial da Bahia no que se refere à cadeia produtiva do biogás é o primeiro passo para implantação do primeiro Centro Avançado de Negócios de Biogás no Nordeste, projeto discutido em reunião nesta segunda-feira (8), na FTC Salvador. O encontro reuniu diretores da Instituição e o diretor-presidente do Centro Internacional de Energias Renováveis–Biogás (CIBiogás), Rodrigo Regis, além do gerente comercial da Bahiagás, José Carlos Bittencourt Jr., e do presidente do Instituto Surear, Fabrizzio Cedraz.

Durante a reunião, Regis falou sobre a importância do desenvolvimento de projetos ligados ao biogás com o objetivo de incentivar a geração de energia elétrica, térmica e biocombustível de uma maneira sustentável e renovável. Neste sentido, o presidente do CIBiogás ressaltou o potencial de produção de biogás no Nordeste e a viabilidade de se construir o primeiro centro de negócios de biogás da região, no estado da Bahia.

“O primeiro passo é construir um atlas do potencial de geração de biogás na Bahia e analisar o que dá para transformar em negócio rapidamente. A proposta é construir por aqui uma sede do CIBiogás, junto com os atores regionais, como a Bahiagás e a FTC”, explicou Regis. Segundo ele, a Faculdade será uma parceira estratégica, já que possui capilaridade em todo o estado para consolidação do conhecimento, capacitação de pessoas e difusão do conhecimento do biogás.

Para o coordenador do Mestrado Profissional em Bioenergia da Rede FTC, professor Luis Cesar Paulillo, a parceria com o CIBiogás irá valorizar ainda mais o programa, que tem um olhar voltado para a aplicação mais imediata na cadeia produtiva dos biocombustíveis. “Na área acadêmica, assim como a produção de artigos científicos são importantes para pesquisadores, o desenvolvimento de produtos também é muito valorizado em um mestrado profissional como o nosso. Este projeto tem justamente a intenção de desenvolver o aproveitamento energético a partir de toda a potencialidade que a Bahia possui para atender diferentes necessidades”, afirmou Paulillo.

Já o gerente comercial da Bahiagás, José Carlos Bittencourt Jr., destacou que o biogás poderá atender localidades baianas que ficam distantes de gasodutos. “Um dos objetivos estratégicos da Bahiagás é a interiorização do uso do gás. A Bahia é um estado imenso, sendo alguns pontos desse território muito distantes de gasodutos, de distribuição de gás. Então, nosso interesse é estudar a viabilidade de atender regiões mais remotas usando o biogás”, comentou.

Associada ao CIBiogás

Além de discutir a participação da FTC no processo de capacitação e formação de profissionais que possam contribuir com a produção de biogás na Bahia, a Instituição também sinalizou, durante a reunião, o seu desejo de se tornar uma empresa associada ao CIBiogás. “A nossa intenção é desenvolver e apoiar projetos relacionados às energias renováveis, o que a gente entende que será sinônimo de empregabilidade, tecnologia e inovação para nosso estado”, reiterou o diretor da FTC Salvador, professor Edilson Barbuda.

Rede FTC Todos os direitos reservados
. Acesso Rápido