Perfil do Egresso

O novo profissional terá uma formação de base sólida e integradora, num ambiente capaz de propiciar efetivo desenvolvimento técnico e intelectual. O curso desenvolve conhecimentos, habilidades, competências, atitudes e valores que capacitem os profissionais para:

- Aprofundar os estudos sobre os bioprocessos ligados à bioenergia, podendo atuar sobre eles para propiciar inovações tecnológicas em todos os elos da cadeia produtiva, tendo como objetivo a obtenção de uma maior produtividade dos processos para o alcance de menores custos econômicos, sociais e ambientais;

- Implementar sistemas e processos de gestão que aliem proteção ambiental e competitividade às atividades de produção, armazenamento, estabilidade, distribuição, e aproveitamento industrial de co-produtos gerados nos processos produtivos de bioenergia;

- Contribuir com a criação de mecanismos de auto-regulação, para o aprimoramento e conformidade aos critérios normativos para biocombustíveis e com a possibilidade de uma ação reguladora mais efetiva dos Órgãos Ambientais.

- Formular modelos de gestão dos recursos naturais compatíveis com a expansão agrícola prevista por programas governamentais no setro de produção de energia (ex: PNPB) voltados para a gestão dos recursos naturais e ao aproveitamento econômico dos resíduos gerados.

- Avaliar de forma continuada o impacto social e econômico dos programas governamentais ligados a Bioenergia e as modificações culturais causadas pela divulgação e uso desses novos produtos e tecnologias.Profissionais capazes de atuar na solução de problemas tecnológicos que perpassam todos os elos das cadeias produtivas de bioenergia, envolvendo aspectos biotecnológicos tais como a bioprodução, a biodegradabilidade, a bioremediação, a prevenção de riscos ambientais e o aproveitamento de resíduos para a geração de novos materiais, assim como a gestão destes processos.

Os comentários estão encerrados.